domingo, 31 de outubro de 2010

Sergio Aragonés

50 anos de trabalho de um dos maiores cartunistas do mundo.
Nascido em 1937 na Espanha, mudou-se com a família para o México durante a guerra civil espanhola.
Com apenas 24 anos, se mandou para Nova York com US$ 20 no bolso e um portfólio debaixo do braço. Conseguiu uma oportunidade na revista MAD, graças a seu conhecido, o cartunista cubano Phorias. "Na época ele falava inglês pior que eu e chama todos de hermano. Por isso eu trabalhei diversos meses na editora e os outros funcionarios achavam que eu era irmão dele" contou Aragonés.
Estreou em janeiro de 1963 na Mad com uma série de cartuns sobre a corrida especial.
De lá pra cá, ganhou diversos prêmios, com destaque para Will Eisner Hall of Fame Award, e inspirou um com o seu próprio nome, o Comic Art Professional Society's Sergio Award.
No Brasil, fez muito sucesso com o personagem Groo: O Errante (em dupla com Mark Evanier). Um bárbaro burro, atrapalhado e extremamente inocente, que ninguém quer ter por perto. Mas a sua carreira ficou marcada por sua participação na revista Mad (muita conhecida também aqui no Brasil) que popularizou seu trabalho no mundo inteiro.
Além desses dois trabalhos, Aragonés também criou ótimas sátiras com os personagens das duas maiores editoras de quadrinhos dos EUA, Marvel (Sergio
Aragonés Destoi a Marvel) e DC (Sergio Aragonés Massacra a DC) e com a saga Star Wars.
Outra obra sua de destaque é a mini-série lançada pela Dark Horse, “Louder than Words”. São seis revistas com uma coletânea de tiras, sem nenhuma palavra escrita, que reflete fielmente o humor fino de Sérgio Aragonés.
Em comemoração aos seus 50 anos de carreira, o artista que hoje mora na Califórnia lançou o livro “MAD's Greatest Artists: Sergio Aragonés: Five Decades of His Finest Works”, com uma retrospectiva da sua obra neste meio século. Tomara que algum produtor de exposições aqui do Brasil se anime em fazer alguma coisa por aqui com trabalhos do cara.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Exibição de Halloween

Aqui está a lista dos animes da exibição de terça-feira, dia 2 de novembro na ZN, com os horários e uma pequena resenha de cada um.
Os horários podem ser alterados. Qualquer mudança será anunciada aqui no Blog.*

14:00
Star Driver
Star Driver é uma série que se passa numa ilha e que envolve um mistério sobre um robô humanóide chamado “Cybuddy”. Um grupo chamado Kirahoshi Juujidan vem tentando despertar tal robô secretamente. Wako Agemako, a mocinha da história, acaba encontra na praia um garoto que ninguém nunca tinha visto antes. É Takuto Tsunashi, o herói da história, que tem uma personalidade bem incomum do resto do pessoal, sempre brincando e fazendo palhaçadas. Ao redor de Tsunashi estão várias pessoas que fazem parte de tal organização e para despertar o robô Cybuddy, eles precisariam da ajuda de Wako, uma das únicas garotas com o poder de despertar tal robô. Tsunashi, ao descobrir o plano, decide salvar Wako usando o próprio Cybuddy.

14:20 Zombie Loan
Michiru Kita é uma garota especial que possui olhos de Shinigami, um poder que a permite ver a proximidade de uma pessoa à sua morte predestinada através da visão de um anel, invisível às pessoas normais, que circunda os seus pescoços. Quando alguém está marcada para morrer, um anel cinza aparece, que vai se tornando mais escuro. Uma vez que ele se totalmente preto, a pessoa morre. Dois garotos da mesma turma de Michiru, Chika Akatsuki e Shito Tachibana, tem anéis pretos ao redor do pescoço, mas não estão mortos (dãã, eles estão na escola...¬¬') É revelado depois que um trágico acidente que deveria ter matado os dois, e os dois garotos fizeram um acordo com um escritório secreto chamado Zombie-Loan. Em troca de mantê-los vivos, os dois tem que caçar zumbis para pagar o "empréstimo". Quando Michiru se vê envolvida com os garotos, percebe que sua vida se tornou bem mais complicada.

14:40 Hellsing
O enredo passa-se na Inglaterra em 1999, que, ameaçada por criaturas sobrenaturais, é protegida pela Ordem Real dos Cavaleiros Protestantes, a Organização Hellsing. Fundada e comandada pela família Hellsing há mais de 100 anos, a organização secreta é especializada em combater seres das trevas. Liderada por Sir Integra Fairbrook Wingates Hellsing, tem sua equipe formada pelo mordomo e ex-combatente Walter C. Donez, a novata Ceras Victoria e o poderoso vampiro Alucard. Nesse cenário, um conflito entre os protestantes da Hellsing e os católicos da Seção XIII do Vaticano, adiciona-se o renascimento de um velho inimigo, o grupo Millennium, responsável pela criação artificial de vampiros que propagam por todo Reino Unido. Millennium foi um grupo, formado por vários oficiais da SS (Schutzstaffel), a elite das tropas nazistas. Destinava-se à pesquisa de vampiros, para que estes fossem usados em batalha pela Alemanha Nazista na 2ª Guerra Mundial.

15:00
15:20 The World God Only Knows
Keima Katsuragi, um estudante do segundo ano colegial, é um ávido jogador de jogos bishōjo . Ele é conhecido na internet como "O Deus Capturador" por suas habilidades em capturar qualquer garota em jogos 2d. De qualquer forma, na escola ele é considerado só mais um looser, já que é otaku e megane (algo como "quatro olhos" em japonês).
No início da série, Keima recebe um e-mail oferecendo a ele um contrato para capturar garotas. Quando ele aceita, pensando que é um convite para um jogo, uma demônia vinda do inferno aparece! Ela pede sua ajuda para capturar espíritos fugidos. Esses espíritos se escondem dentro do coração de garotas, e Elsie sugere que o único meio para forçar os espíritos a sair é capturando os corações das garotas—fazendo com que elas se apaixonem por ele e preenchendo as lacunas com os espíritos. Como ele só tem interesse em garotas 2d, Keima fica aterrorizado com a idéia de um relacionamento com uma garota real. De qualquer forma, como o contrato foi aceito, Keima não tem escolha a não ser ajudar Elsie.

15:40 MM!
Um estudante chamado Sado Tarou que sente prazer em ser tratado mal pelas mulheres. Temendo que isto se torne um problema numa futura relação amorosa, ele pede ajuda para o clube da sua escola que faz trabalho voluntário com os alunos. Mas, no clube, há dois indivíduos que podem agravar o "hábito" de Tarou: a líder do clube, Isurugi Mio, que se denomina a deusa, tem um caráter sádico e Yuuno Arashiko é uma garota que tem medo de homens e bate inconscientemente quando é tocada por eles.

16:00 Mitsudomoe
Mitsudomoe é um manga de comédia criado por Sakurai Norio em 2006 e publicado na Shounen Champion até hoje. A história é sobre trigêmeas totalmente diferentes uma da outra e conta seu dia a dia envolvendo seu pai, professor e amigos, numa comédia um pouco sensual com muito mal-entendidos. A primeira trigêmea é Hitoha, uma garota quieta e organizada com aura sombria. A segunda, chamada Futaba, é a energética garota esportiva um pouco bobinha. E a última é Mitsuba, uma menina bem vestida que quer sempre dar uma de rainha.

16:20 High School of Dead
O anime se passa nos dias atuais, em um mundo que enfrenta uma pandemia que transforma humanos em zumbis, tratados eufemisticamente pelos personagens principais como "eles". O personagem central é Takashi Komuro, um estudante japonês que sobreviveu a primeira explosão da pandemia, junto com alguns dos seus amigos de classe e a enfermeira da escola.
O enredo inicialmente fica centrado na sobrevivência e fuga dos personagens, mas conforme a história se desenrola, são introduzidos mais elementos, que desafiam a moral dos própios sobreviventes.

16:40


17:00 Videos Variados
17:30

17:40 Quiz Otaku
19:00

The Simpsons versão Crepúsculo

A série dos Simpsons é um moribundo que se recusa a morrer.
Desde sua criação que um dos pontos altos da série Os Simpsons é o seu especial de Halloween. Neste ano a vítima é a série Crepúsculo.

Você pôde conferir um vídeo promocional do episódio de Halloween de The Simpsons, intitulado Treehouse of Horror XXI, e agora pode dar uma olhada em vários sneak peeks desse episódio, que será exibido dia 07 de novembro nos Estados Unidos.
Vale ressaltar que o episódio contará com a participação especial de Daniel Radcliffe dublando Edmund, um vampiro apaixonado por Lisa (paródia de Edward da "Saga Crepúsculo"), e Hugh Laurie, um misterioso personagem que vai atrapalhar a vida de Homer e Marge.







quarta-feira, 27 de outubro de 2010

John Williams

John Towner Williams é um compositor americano premiado várias vezes por suas trilhas sonoras.
Williams é, sem dúvida o compositor clássico moderno mais influente do mundo.
É impossível não reconhecer seu estilo ao ouvir sua obra.
Amigo de Steven Spielberg, assina quase todas as trilhas de seus filmes, tais como Jurassic Park, Jaws, Schindler's List e o recente "Munique".
Também é parceiro do cineasta George Lucas, sendo o autor das famosas trilhas das bem sucedidas séries cinematográficas Star Wars e Indiana Jones.
Outra trilha famosa de Williams é a do primeiro filme do Superman estrelado por Christopher Reeve. Indicado nada menos que 45 vezes ao Oscar, foi vitorioso com Jaws, E.T., Star Wars Episode IV: A New Hope, Schindler's List e Fiddler on the Roof.
Apenas Walt Disney já concorreu a mais Oscars do que John Williams.
Além dos seus trabalhos em trilhas de filmes, é conhecido também por suas obras eruditas e concertos, como: o concerto para fagote e orquestra, o concerto para violoncelo e orquestra, o concerto para trompete e orquestra, o concerto para violino, flauta e orquestra e o concerto para trompa e orquestra.

O texto acima foi compilado de uma matéria publicado originalmente no sita da Folha Online

Akira Kurosawa

Considerado um dos maiores cineastas do Japão, Akira Kurosawa completaria 100 anos em 2010
Em 1936, respondendo a um anúncio de jornal que recrutava aprendizes para trabalhar em cinema, ingressou no estúdio de Kajiro Yamamoto, um conhecido diretor japonês. Durante cinco anos colaborou como roteirista e diretor nos filmes de Yamamoto.
Kurosawa estreou no cinema em 1943, com o filme "Sugata Sanshiro", que incluía uma complexa seqüência de lutas marciais. No fim da década de 1940, passou a realizar os filmes que o tornaram um dos cineastas mais respeitados da história do cinema. Mestre dos filmes históricos de samurai, realizou obras como "Os Homens que Pisaram na Cauda do Tigre" , "Rashomon", que recebeu o Leão de Ouro no festival de Veneza, "Os Sete Samurais" e "Trono Manchado de Sangue".
Após passar por um período de dificuldades pessoais e profissionais, realizou "Dodeskaden", um filme marcado por enorme pessimismo. Pouco depois, tentou o suicídio. Recuperou-se, porém, e sua carreira retomou novo impulso em 1975, com o lançamento de "Dersu Uzala". O filme, uma co-produção com a União Soviética, recebeu o Oscar de melhor filme estrangeiro. Kurosawa renovou seu prestígio e passou a contar com novos recursos e o apoio de cineastas como Francis Ford Coppola e Martin Scorcese.
Akira Kurosawa deixou sua marca no cinema por uma tocante humanidade, caracterizada pela paixão pela cultura japonesa, pela intensa plasticidade e pelo perfeccionismo com que dirigia os atores.
"Kagemusha, a Sombra do Samurai", lançado em 1980, obteve grande sucesso, recebendo a Palma de Ouro no Festival de Cannes. Em 1985 estreou o filme considerado a obra prima de Akira Kurosawa, "Ran", inspirado na obra Rei Lear, de William Shakespeare. Com este filme obteve vários prêmios, entre eles a Palma de Ouro em Cannes e o César de Melhor Filme Estrangeiro.
Lançou em 1990 "Sonhos" e no ano seguinte "Rapsódia em Agosto". O último filme dirigido por Kurosawa foi "Depois da Chuva", concluído postumamente por seu discípulo Takashi Koizumi. O mestre morreu aos 88 anos.
A 34ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que acontece de 22 de outubro a 4 de novembro, presta homenagem ao cineasta japonês - que completaria 100 anos em 2010 -, com a exibição do filme “Rashomon” e uma exposição de desenhos do mestre, no Instituto Tomie Ohtake.
Além de Rashomon, os filmes japoneses que participam da mostra são: “A Fábrica De Tigres”, “Sobre seu Irmão”, “Depois de Todos Esses Anos”, “Air Doll”, “Caterpillar”, “História de Kyoto”, “Lost Paradise In Tokyo”, “Memórias De Uma Adolescente Amnésica”, “O Ultraje” e “Símbolo”.


O texto acima foi compilado de uma matéria publicado originalmente no sita da Folha Online

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Feira de Brinquedos e Jogos da Cidade Nova (Parte 1)

Em novembro, você vai conhecer as melhores lojas e brinquedos de Manaus.
Segundo o site de notícias G1, as vendas de brinquedos devem crescer 16,5% em 2010 em relação a 2009. As vendas para o Dia das Crianças, realizadas na semana de 5 a 11 de outubro, cresceram 12% este ano, na comparação com a mesma semana de 2009. Este aumento nas vendas é uma tendência mundial. Um dos indicadores disso é a entrada da Hasbro no mercado brasileiro em 2009.
Segundo a Abrinq – Associação Brasileira de Fabricantes de Brinquedos, um dos principais fatores é o crescente interesse dos pais em presentear as crianças com brinquedos que eduquem ou adicionem cultura durante a brincadeira. Outro fator determinante é a realização de feiras e convenções, principalmente na região Sudeste, que tem facilitado o contato das lojas aos fabricantes e ao consumidor.
Atualizada com esta tendência de mercado a loja Zona Negativa vem realizando, há vários meses, em Manaus o Circuito Eurogames, eventos de demonstração de jogos de mesa voltados ao público adolescente. O encontro começou no Espaço Cultural Thiago de Melo do Manauara Shopping e já teve edições no Sesc Amazonas, na Feira do Livro no Studio 5 e no Evento AJP do Clube do Trabalhador do SESI. Nos últimos quatro meses o projeto já atingiu mais de 4 mil participantes.
A Feira de Brinquedos da Cidade Nova terá terá Entrada Franca e diversas atrações voltadas para o público infanto-juvenil.
• Mesas de demonstração com instrutores de jogos de tabuleiro, card games, jogos de miniaturas e RPG;
• Exposição com diversos tipos de brinquedos, jogos nacionais e importados;
• Exibição de aeromodelos;
• Oficina e exibição de pintura de miniaturas;
• Stands de diversas lojas de brinquedos e demais produtos direcionados ao publico infanto-juvenil;
• Exibição de desenhos animados infantis;
• Teatro infantil com peças e fantoches organizados pelo SESC;
• Torneio de Jogos de Tabuleiro.
• Sorteios de Brindes.

Organização e Apoio Técnico
A Feira de Brinquedos e Jogos da Cidade Nova será realizada pela Zona Negativa, loja especializada no aluguel e venda de jogos de estratégia e conta com o apóio do Sebrae que fornecerá e cuidará da montagem da estrutura dos stand de venda.
As atrações de palco ficarão a cargo do grupo de teatro infantil do Sesc.

Data
Dias 20 e 21 de novembro

Local
Centro de Convivência Padre Pedro Vignola
Rua Gandu, nº 119, núcleo 08, Cidade Nova

Contato para Expositores e Patrocinadores
Zona Negativa Livros, Quadrinhos e Colecionáveis
(92) 3231‐2131
(92) 8167‐5242
znloja@gmail.com
Falar com Evaldo ou Sarah


Contagem Regressiva para Inicio das Filmagens de "O Hobbit"

Peter Jackson confirmou oficialmente que Martin Freeman, das séries inglesas The Office e Sherlock, será Bilbo Baggins em O Hobbit, assumindo o papel que ficou com Ian Holm na série O Senhor dos Aneis.
E não foi só isso. O diretor neo-zelandês anunciou também boa parte do elenco que fará os anões que contratam Bilbo. São eles:
Richard Armitage (MI-5, Capitão América) como Thorin Escudo-de-Carvalho, líder dos anões.
Aidan Turner (Being Human) e Rob Kazinsky (EastEnders) como Kili e Fili, sobrinhos de Thorin.
Graham McTavish (Secretariat) como Dwalin, o primeiro a chegar à casa de Bilbo.
John Callen como Oin, irmão de Gloin.
Stephen Hunter (All Saints) como Bombur, o gordo, sonolento e lento membro da companhia de Thorin.
Mark Hadlow (King Kong) como Dori, o mais forte dos anões, que carrega Bilbo em suas costas em determinada parte da história.
Peter Hambleton (The Strip) como Gloin, irmão de Oin, que suspeita da capacidade de Bilbo, mas acaba se convencendo. Ele é o pai de Gimli, o anão que faz parte da Sociedade do Anel e foi visto em O Senhor dos Aneis.
O anúncio da escolha de Freeman, ao lado de oito atores desconhecidos, ocorre em meio a especulações de que uma disputa sindical fará com que a adaptação do diretor Peter Jackson do clássico seja filmada fora da Nova Zelândia, onde foi gravada a trilogia O Senhor dos Anéis, também de Tolkien.
Nas últimas semanas, sindicatos que representam atores fizeram um boicote ao filme, tentando forçar a Warner Bros. e a Wingnut Films, de Jackson, a negociar com eles sobre a contratação de atores independentes.
A situação é tão grave na Nova Zelândia que trabalhadores do setor não sindicalizados foram às ruas pedindo que a produção de 500 milhões de dólares ficasse no país. O primeiro-ministro neozelandês, John Key, disse que está preparado para conversar com executivos dos estúdios quando eles forem ao país, na próxima semana.
Faltam ainda cinco atores para completar os 13 da companhia dos anões.
Jackson deve confirmar também em breve as voltas de Ian McKellan como Gandalf e Andy Serkis como Gollum, além de anunciar papeis para Jimmy Nesbitt e David Tennant.
O Deadline ainda diz que Stephen Fry, Saoirse Ronan, Aidan Turner podem fazer parte do elenco e que Bill Nighy está cotado para emprestar sua voz para o dragão Smaug.
Enfim notícias realmente importantes e empolgantes sobre o filme.
O primeiro filme estreia em dezembro de 2012 e o segundo em dezembro de 2013, ambos com direção de Peter Jackson.


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Jogos Ajudam Estudantes a se Preparar Para o Enem

Imagine-se guiando uma civilização durante os séculos ou administrando uma nação nos dias de hoje, equilibrando-se entre o desenvolvimento econômico e o ecologicamente correto.
Desafios como esses estão em jogos de computador, tabuleiro e cardgames e são mais uma ferramenta na preparação dos estudantes para as provas do Enem.
"Toda narrativa não linear, que seja visual, sonora ou imagética, e desenvolva o raciocínio, pode ajudar", afirma o especialista em educação, José Everaldo Nogueira Júnior.
O desenvolvedor de games Fabiano Onça cita como exemplo o Civilization, jogo de estratégia em que o participante acaba aprendendo um pouco de história geral.
"O jogo prende pelo enredo e pode levar o jogador a querer saber mais", diz.
Na internet, é possível encontrar jogos que estimulem o raciocínio, trabalhem temas contemporâneos e, de quebra, treinem o inglês.
Onça cita o Global Conflicts, jogo em inglês que trata da questão palestina, assunto que sempre pode estar presente no Enem. O Climate Change da BBC aborda política e ambiente.
De autoria do próprio Onça estão Green Peace Weather, cujo foco é a sustentabilidade; o Guia do Estudantes das Galáxias e o Bixo Evolução, ambos focados no Enem.
A matéria acima, postada no dia 20 de outubro pelo site da Folha de São Paulo, fala especificamente de jogos de computador e on-lines, mas, para quem quiser conhecer jogos de mesa com beneficios tão bons quanto os citados acima, recomendo meu outro blog sobre jogos de mesa: Strategos

O texto acima foi compilado de uma matéria publicado originalmente no sita da Folha Online

Neonomicon

Nova criação do quadrinista inglês gera polêmica e faz suar.
Alan Moore continua na ativa e a todo vapor. Nos últimos dois meses, recebeu convite para roteirizar filme sobre dançarinas burlescas e enviou uma mensagem para raças alienígenas.
Neonomicon é seu primeiro trabalho para a editora Avatar, que já havia publicado adaptações de trabalhos em prosa do autor. Os desenhos são de Jacen Burrows.
O lançamento chega acompanhado por uma polêmica. Há duas semanas, quando Neonomicon 2 chegou às comic-shops nos Estados Unidos, uma loja da Florida recusou-se a colocar a edição à venda, alegando forte oposição ao conteúdo.
Alan Moore, claro, não é novato em termos de censura e polêmica. Já a Avatar é conhecida por HQs de terror gore que mereciam análise psiquiátrica dos autores. Mas censura vinda do próprio público e mercado dos quadrinhos - de uma comics shop ainda por cima! - é coisa rara. Ainda mais para um autor como Moore, que vende bem.

Dragon Ball Pode Voltar aos Quadrinhos em Breve

De acordo com o site Bleeding Cool, a editora japonesa Shueisha convenceu o autor Akira Toriyama a produzir novas histórias de um dos mangás mais populares da história.
Encerrada em 1995 nos quadrinhos, a saga de Son Goku continuou nas animações, games e outros produtos derivados. Toriyama só voltou brevemente à prancheta para criar um crossover de Dragon Ball com a igualmente famosa One Piece (história que permanece inédita no Brasil). Ele teria sido convencido a produzir novos capítulos para ajudar a promover o MMORPG (jogo online para multidões) que vem desenvolvendo há alguns baseado na sua criação.
O Bleeding Cool menciona a possibilidade de um lançamento simultâneo em todo o mundo das novas histórias, dada a popularidade de Dragon Ball – 150 milhões de exemplares das coletâneas vendidas pelo mundo e tamanha força na antologia semanal Shonen Jump que a revista perdeu 8 milhões de exemplares em circulação assim que parou de publicar Dragon Ball Z, quinze anos atrás.


Publicado originalmente no site Omelete.

Linha Bishoujo Kotobukiya

Mais duas heroínas da Marvel e DC Comics são anunciadas na coleção Kotobukiya Bishoujo
Em um tópico anterior falamos a respeito da Kotobukiya e da linha Bishojo da empresa. Ná última semana, mais duas miniaturas foram anunciadas.

Wonder Woman
A estátua é inspirada na arte do ilustrador japonês Shunya Yamashita e em estilo Bishōjo (“menina bonita”). Wonder Woman Bishoujo Statue, em escala 1:7, mede 22,8 cm de altura. A obra é baseada no uniforme clássico da Mulher Maravilha com traços japoneses sobre uma base completa com escudo, lança, capa e capacete.
A Wonder Woman Bishoujo Statue é feita de plástico PVC de alta qualidade e faz parte das comemorações dos 75 anos da DC Comics. Recente mente a editora reformulou o visual da personagem a partir da edição 600 da revista americana e lançou uma miniatura já com o novo traje. Clique aqui e escolha qual uniforme você prefere.

Miss Marvel









A personagem da editora Marvel está em alta. Criação de Roy Thomas e Gene Colan, Carol Susan Jane Danvers., surgiu na revista Marvel Super-Heroes #13, de março de 1968. Nessa época Carol era agente da CIA, tendo conhecido Wolverine e Nick Fury e se envolveu romanticamente com o primeiro Capitão Marvel. Exposta à tecnologia da raça alienígena Kree, ganhou poderes sobrehumanos, como super força e habilidade de voar.
Depois de ganhar uma estátua com acabamento artesanal da Sideshow Collectibles, foi anunciado o lançamento desta miniatura no formato bishoujo.
Ambas as miniaturas devem estar disponíveis para venda nos mercados americano e japonês a partir de janeiro de 2011.
Confira abaixo imagens de outras personagens da DC que já receberam versões bishoujo. Clique na imagem para vê-la ampliada:


The Walking Dead

Enquanto muita gente ainda estiver dormindo, a invasão zumbi começará.
O evento está sendo desenvolvido sob a orientação do lendário maquiador Greg Nocotero e será compartilhado no site www.beam.tv/workspace/viewFolder/sNxScWQjbV em vídeos e fotos.
A lista de todas as cidades onde a invasão zumbi acontecerá:
Nova York, Estados Unidos
Washington D.C., Estados Unidos
Boston, Estados Unidos
Chicago, Estados Unidos
São Francisco, Estados Unidos
Los Angeles, Estados Unidos
Taipei, Taiwan
Hong Kong
Istambul, Turquia
Atenas, Grécia
Sofia, Bulgária
Tallinn, Estônia
Belgrado, Sérvia
Munique, Alemanha
Madri, Espanha
Roma, Itália
Joanesburgo, África do Sul
Londres, Reino Unido
Lisboa, Portugal
São Paulo, Brasil
Buenos Aires, Argentina
Santiago, Chile
Caracas, Venezuela
Bogotá, Colômbia
Cidade do México, México
Cidade da Guatemala, Guatemala
The Walking Dead começa a ser exibido nos Estados Unidos domingo, 31 de outubro, e estreia no Brasil no canal Fox dia 2 de novembro, às 22h. A primeira temporada terá apenas seis episódios, mas a segunda já está garantida.
Na trama, criada pelo quadrinista Robert Kirkman, um grupo de sobreviventes de um holocausto zumbi é conduzido pelo policial Rick Grimes (Andrew Lincoln) em busca de um local seguro para viver. Chandler Riggs (Carl), Steven Yeun (Glenn), Sarah Wayne Callies (Lori Grimes),Jeffrey DeMunn (Dale), Jon Bernthal (Shane),Laurie Holden (Andrea), Michael Rooker (Merle), Linds Edwards (Leon Basset) e Jim Coleman (Lambert "Lam" Kendel) também estão no elenco.



Publicado Originalmente no site Omelete

sábado, 23 de outubro de 2010

War of the Independents

War of the Independents é um projeto idealizado e produzido por Dave Ryan que já se arrasta por anos, mas que sairá do mundo das idéias em breve.
A primeira edição da mini-série estreou, finalmente, durante da New York Comic Con, dia 12 de outubro.
A história de War of the Independents reúne infinitos personagens independentes dos quadrinhos norte-americanos em um único universo. A ideia surgiu, e ainda é, uma forma de chamar atenção para quadrinistas independentes, criando uma história que de certa forma emula os grandes eventos da Marvel e DC – como Guerra Civil, Reinado Sombrio, Crise Infinita e afins – onde os personagens desses criadores pudessem ser conhecidos pelo leitor leigo.
Ryan contatou cada um dos criadores, que vão de Dave Sim (de Cerebus) a Jeff Smith (Bone), explicando o projeto e pedindo autorização para que utilizar suas criações. Como são mais de 200 personagens ao todo, é de se imaginar que a logística desse processo tenha sido complicada. Adicione a isso problemas com outros criadores que estavam envolvidos na produção de War of the Independents e um cenário que explica os constantes atrasos começa a ser revelado.
Além de idealizar, escrever e produzir a minissérie, Ryan também desenhou todas as seis edições da mini-série.


Para acessar a lista completa de personagensm acesse a Wikia do Projeto.

Little Nemo, em breve no Brasil

A Companhia das Letras vai publicar um clássico dos quadrinhos inédito no Brasil.
Criado por Winsor McCay (1871-1934) foi publicação original de 1905 a 1914, com o título de Little Nemo in Slumberland, no jornal New York Herald. Mais tarde, aconteceu um breve retorno de 1924 a 1927, mudando o nome para In the land of Wonderful Dreams, então no jornal New York American.
Embora fosse história em quadrinhos, estava longe de ser uma simples fantasia para crianças; com frequência, era sombria, surreal, ameaçadora e mesmo violenta. A tira narrava os sonhos de um garotinho: Nemo (que significa "ninguém" em latim), o herói. O último quadro de cada tira sempre representava Nemo acordando, geralmente sobre a cama ou perto dela, e frequentemente sendo repreendido (ou consolado) por um dos adultos da casa, depois de gritar durante o sono e acordá-los. Nas primeiras tiras, o evento no sonho que o acordava era sempre um contratempo ou desastre que parecia prestes a levá-lo a se machucar gravemente ou mesmo morrer, tal como ser esmagado por um cogumelo gigante, ser transformado em macaco, cair de uma ponte mantida por "escravos" ou passar subitamente a ter 90 anos de idade. As aventuras que levavam a estes desastres tinham todas um propósito em comum: chegar à Slumberland, onde ele havia sido chamado pelo rei "Morphy" Morpheus, para ser o "coleguinha de folguedos" de sua filha, a princesa Camille.
Certos episódios da tira são particularmente famosos. Qualquer lista desse tipo deve incluir Night of the Living Houses (da qual foi dita ser a primeira história em quadrinhos a ser incorporada à coleção do Louvre) ondee Nemo e um amigo são caçados pelas ruas de uma cidade por uma gangue de casas com pernas; a Walking Bed, onde Nemo e Flip passeiam sobre telhados a cavaleiro da cama de Nemo, cujas pernas crescem cada vez mais; e a sequência do Befuddle Hall, onde Nemo e seus amigos tentam achar a saída de um caótico ambiente de parque de diversões.
A maestria da perspectiva de McCay e a extrema elegância de seus traços, tornam suas visões graficamente impressionantes. Os diálogos excêntricos são enunciados com uma impassibilidade onírica, e frequentemente parecem ter sido apressadamente comprimidos em pequenos balões que mal podem contê-los. Uma frase típica: "Whoever named this place Befuddle Hall knew his business! I am certainly befuddled" ("quem quer que tenha chamado este lugar de Hall da Confusão sabia do que falava! Eu, com certeza estou confuso").
Segundo o editor da Quadrinhos na Cia das Letras, André Conti, a edição nacional chega em 2011, trazendo a série na íntegra pela primeira vez.
Embora seja domínio público, é um projeto complicado, pois há a questão dos arquivos, de onde digitalizar ou se compramos alguma edição estrangeira que já tenha tratado as imagens.


Para saber mais consulte o tópico da Wikipedia.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Homer Simpson é Católico

Com vinte e dois anos de estrada a série continua agradando gregos e troianos.

O jornal oficial do Vaticano declarou que o amante de cerveja Homer Simpson e seu filho Bart são católicos. E mais: diz que os pais não devem ter medo de deixar seus filhos assistirem "as aventuras dos personagens amarelos".
"Poucas pessoas sabem disso, e ele faz de tudo para esconder. Mas é verdade: Homer J. Simpson é católico", disse o jornal Osservatore Romano no domingo no artigo "Homer e Bart são católicos".
O jornal citou um estudo de um sacerdote sobre um episódio de 2005 do programa chamado
The Father, the Son and the Holy Guest Star. Esse estudo concluiu que o seriado Os Simpsons está "entre os poucos programas de televisão para crianças nos quais a fé cristã, a religião e perguntas sobre Deus são temas recorrentes".
A família norte-americana de classe média que dá nome ao seriado reza antes de comer e "à sua própria maneira, acredita em algo mais além", concluiu o estudo do jesuíta, segundo o jornal.
Esta é a segunda vez que o programa, transmitido em 90 países, é elogiado pelo Vaticano. Em dezembro de 2009, o Osservatore Romano descreveu o show como "terno e irreverente, escandaloso e irônico, alegre e profundo, filosófico e às vezes até mesmo teológico, uma síntese da cultura popular e da niilista classe média norte-americana".


Publicado originalmente no site da revista Veja.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

HQsim - Simpósio sobre Histórias em Quadrinho

A Universidade Federal do Amazonas realizará de 17 a 19 de novembro a primeira edição do Simpósio sobre Histórias em Quadrinho.
Consideradas a nona arte, as histórias em quadrinhos constituem um importante elemento na sociedade contemporânea. A união entre texto e imagem de forma simples passa a mensagem ao leitor rapidamente, tornando esta forma de arte muito eficiente e cativante. Os quadrinhos se utilizam destas características para transmitir informações, críticas sociais e entretenimento ao público.
Assim percebe-se a fundamental importância que os quadrinhos possuem na sociedade contemporânea, principalmente ao público infantil e adolescente. Esta forma de expressão muito valorizada atualmente envolve uma multiplicidade de discursos – jornalístico, publicitário e outros – e possui vertentes na área de artes, comunicação e design.
Neste sentido, o Simpósio sobre História em Quadrinhos (HQSIM) tem como objetivo abordar questões relacionadas com os quadrinhos: sua mudança do meio impresso para o digital e as respectivas mudanças nas suas linguagens visuais e textuais.
A temática do evento, assim, se faz relevante pelo crescente interesse e abrange áreas interdisciplinares, como Comunicação, Design, Artes Plásticas, dentre outros. Têm-se a intenção de reunir profissionais, pesquisadores e acadêmicos dessas áreas e aumentar o debate em torno do assunto.
Por fim, o evento tem como intenção apresentar as pesquisas em andamento dos discentes da Iniciação Cientifica e Pós-Graduação sobre a convergência dos quadrinhos.

Coordenação do HQSIM



Mais informações no site do evento.

Sailor Moon: Live Action

Uma versão em live-action do consagrado anime Sailor Moon ganhou um comercial de TV, exibido em Hong Kong, nesta semana pelo canal J2 TVB. O teaser da adaptação causou indignação aos fãs chineses, devio à história que será apresentada, o que passa a ideia de algo ridículo sendo feito com seriedade. A série apresenta as personagens já conhecidas em uma outra realidade: elas são adultas e possuem famílias, bem como deveres de donas de casa.
Além da idade mais avançada, nota-se o aumento de peso de algumas Sailors. Mas quem disse que não se pode aumentar alguns quilos depois dos 40? De fato é bem engraçado, mas na realidade, mesmo no gênero comédia, a maioria dos fãs não aprovaram. O que você acha: é simplesmente uma versão humorística do anime, ou há motivos para se sentir ofendido com a produção? Confira à seguir o vídeo do comercial, e o script com as falas das personagens no vídeo:



Publicado Originalmente no site: ANMTV

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Death Note no Teatro?

A peça é uma adaptação do mangá, e tem como nome "O Caderno da Morte"(^^').
Pra quem não conhece
(vai, nem todo mundo é otaku, fã de anime, ou algo do tipo), Death Note é escrito por Tsugumi Ohba e ilustrado por Takeshi Obata. Se tornou famoso pela história densa e empolgante. Ganhou uma versão live Action em dois filmes com o mesmo título, além é claro do anime.
Em terras tupiniquins a Cia Zero Zero de teatro fez uma ótima adaptação dessa história. O grupo é constituído por atores que se formaram na Unicamp.
Algumas de suas peças ganharam prêmios. A diretora do grupo, Alice K., atuou em grandes peças e estudou muito sobre o Japão para trabalhar na adaptação.
Na peça (assim como no manga e no filme), um garoto chamado Raito encontra um caderno estranho. É o caderno da morte, e quem tiver seu nome escrito nele morre. Raito usa esse caderno para se tornar um justiceiro, matando criminosos do Japão. A ações do moço logo chamam a atenção da justiça, e um grupo de investigadores, liderados por L -o primeiro e o segundo maior detetive do mundo ao mesmo tempo - partem ao encalço de Kira (nick adotado por Raito para fazer o mal).
Para alguns, a peça e até mais completa que o mangá e o filme porque, além da narrativa que é feita para todos, não só fãs da série, tem alguns alívios cômicos com referências do mundo pop que são bem interessantes.
O cenário é criativo e profissional, os ensaios são extremos para cenas mais elaboradas em termos de diálogo e um número surpreendentemente pequeno de atores, que se caracterizam e descaracterizam para fazer parecer o dobro, interpretando extras e personagens secundários, sempre com atuações memoráveis e carismáticas, uma direção firme, artifícios criativos de iluminação e de posicionamento de palco. Tudo isso colabora para fazer "O Caderno da Morte" ser uma daquelas apresentações que você tem que ver, se não...
Conheçam um pouco mais da peça e como eles estão, além de saber onde está rolando a peça. Todas as informações legais no blog deles: http://cadernodamorte.blogspot.com/

domingo, 17 de outubro de 2010

O Pequeno Príncipe Vai Ganhar Adaptação Para o Cinema

O principezinho mais gentil e meigo do universo vai ganhar uma animação 3D só pra ele.
O Pequeno Príncipe (Le Petit Prince),
clássico da literatura infantil escrito e ilustrado pelo francês Antoine de Saint-Exupéry, vai ganhar uma adaptação para o cinema com direção de Mark Osborne (Kung Fu Panda).
A animação 3D custará 45 milhões de euros - é um dos maiores projetos europeus anunciados este ano. Os produtores franceses Aton Soumache (Renaissance) e Dimitri Rassam (A Cidade Das Crianças) contrataram Osborne com a intenção de dar ao filme um apelo internacional e, em conversa com a Variety, citam como exemplo a relação que o diretor japonês Hayao Miyazaki tem com Hollywood. Segundo a Variety, os produtores estão em busca de um elenco internacional para dublarem os personagens, visando com isso conquistar o público fora da Europa.
O livro de Saint-Exupéry, ao primeiro olhar, é uma história para crianças, mas traz grande teor poético e filosófico. Na clássica história, um piloto que cai no deserto do Saara e encontra um jovem príncipe, que mora no asteróide B-612. O Pequeno Príncipe está na Terra porque está fazendo uma jornada ao redor do Universo, durante o caminho ele conhece diferentes personagens e escuta suas histórias.
Essa não é a primeira vez que o clássico é adaptado para as telonas. Em 1974, um musical entitulado The Little Prince encantou platéias do mundo inteiro com a história de um ingenuo, porém sábio loirinho que toca corações de leitores desde a publicação do livro, em 1943.
O Pequeno Príncipe entra em desenvolvimento em 2012, com estreia prevista para 2014.

Don LaFontaine

Você pode não conhecer o nome, e provavelmente não reconhece o rosto, mas sem dúvida você já ouviu a voz de Don LaFontaine.
Ele foi o profundo e sombrio barítono por trás de incontáveis traillers de filmes, dos quais foi o criador de vários clichés como “in a world...” (“Em um mundo...") e “Nowhere to run, nowhere to hide" (algo como "Sem ter pra onde ir ou onde se esconder"), frases copiadas e parodiadas por vários artistas.
Sua filosofia era que “você (o narrador) tem que acreditar no que você está lendo, mesmo que você ache que o filme em questão é um pedaço de lixo. (...) Até o pior filme é o favorito de alguém, e é com esse fã que eu estou sempre falando
Apelidado de "Garganta de Trovão" e "A Voz de Deus", LaFontaine pode parecer, pela voz, com um veterano de guerra com 2,10m de altura, mas na vida real, era um senhor de 1,76m, careca e com belas sobrancelhas estilo Sean Connery.
Seu tom de voz normal era claro e firme, mas quando ele ligava A Voz, era quase como se Jeová - O Próprio - estivesse te dando ordens através das nuvens, “Eu acho que há uma parte da minha voz que vive na sua própria frequencia de alcance” disse LaFontaine. “Eu posso estar sussurrando, e minha voz vai ainda vai soar como uma explosão de automóvel”


Trailer de Metal Gear Solid 4
Começou sua carreira como engenheiro de gravação. Ele se tornou um narrador de traillers quando, em 1964, ele substituiu um ator que não poderia terminar o comercial de um filme de Velho Oeste, chamado Gunfighters of Casa Grande. Os diretores adoraram o seu estilo melodramático, em 1970 LaFontaine era o narrador de traillers mais imitado em Hollywood.
Ele via a si mesmo como um contador de histórias, e possuia uma verdadeira reverencia pelo poder das palavras. Ao falar da primeira vez em que leu Cyrano de Bergerac, quando era jovem, disse: “Desde lá, eu me encantei pelas palavras. Mas nós não temos mais grandes oradores, pessoas que possam se por de pé e inspirar aos outros.”
Lafontaine também colocou a voz em centenas de anúncios para companhias como General Motors, Ford, McDonald's ou Coca-Cola, além de propagandas de vários jogos.
Trailer de O Exterminador do Futuro 2

Infelizmente, sua voz se calou quando em 2 de setembro de 2008 veio a falecer, vítima de um pneumotórax (mal caracterizado pelo acúmulo de ar na cavidade pleural, gerado por lesão ou doença). Mas sua voz sempre será a primeira que virá a nossa mente quando pensarmos em traillers americanos.
"Coming Soon..."

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Os Simpsons Ganha Abertura por Banksy

Artista de rua britânico usa metalinguagem para satirizar a produção da série.

Obra de Banksy com referência a Guerra do Vietnã

O famoso e polêmico artista de rua britânico Banksy foi convidado pela produção de Os Simpsons para realizar uma das aberturas do desenho animado. É a primeira vez que um artista consagrado é convidado para colaborar no programa. O resultado é tão contestador e político que não dá para entender como a conservadora 20th Century Fox permitiu sua exibição ontem, 10 de outubro, nos EUA.
São quase dois minutos de um discurso sobre a exploração da mão de obra barata na produção da própria série e seus produtos (recentemente foi revelado que parte da animação de Os Simpsons é realizada na Coréia do Sul, onde animadores recebem 1/3 do salário que receberiam nos EUA). O humor, claro, não foi esquecido, com pandas escravizados, gatinhos fofos usados como recheio de pelúcias e até um unicórnio decrépito sendo usado para fazer os furos dos DVDs.
"Isso é o que você ganha quando terceiriza", brincou o produtor de Os Simpsons Al Jean sobre a abertura.

A série está atualmente em seu vigésimo segundo ano. "MoneyBart", o episódio que contou com a participação de Banksy, foi o terceiro desta temporada.

Adaptado da material postada no site Omelete.
O artista
Banksy é um artivista de rua que tem como uma das suas principais marcas de trabalho a criação de pequenas intervenções que geram grandes repercussões.
Suas obras são carregadas de conteúdo social, expondo claramente uma total aversão aos conceitos de autoridade e poder. Em telas e murais faz críticas, normalmente sociais, mas também comportamentais e políticas, de forma agressiva e sarcástica, provocando em seus observadores, quase sempre, uma sensação de concordância e de identidade.

Recentemente, trocou 500 CDs da cantora Paris Hilton por cópias adulteradas em lojas de Londres, e colocou no parque de diversões Disney uma estátua-réplica de um prisioneiro de Guantánamo.
Apesar de não fazer caricaturas ou obras humorísticas, não raro, a primeira reação de um observador frente a uma de suas obras será o riso. Espontâneo, involuntário e sincero, assim como suas obras.
Atualização: A abertura foi retirada do youtube e de tão comentada chegou nos TTs do Twitter
Abaixo link para matéria da BBC Brasil com a seqüencia de abertura:


Para saber mais sobre o artista: Fashion Bubble
Para saber mais sobre a foto no inicio da matéria: Fotos que abalaram o mundo